Quarta-feira, 28 de julho de 2021
informe o texto

Notícias De Olho

“Esses ativistas internacionais deviam cuidar do país deles", criticou Mauro Mendes sobre ativistas contrários ao projeto

19/07/2021 - 17:01 | Atualizada em 19/07/2021 - 17:18

DA REDAÇÃO

“Esses ativistas internacionais deviam cuidar do país deles

Foto: Secom-MT

O governador Mauro Mendes (DEM) repudiou uma suposta mobilização de ativistas e políticos de esquerda internacionais que estariam a caminho do Brasil para pressionar o Governo Federal contra a construção do Ferrogrão, ferrovia que deve ligar Mato Grosso ao estado do Pará. O investimento previsto é de R$ 21,5 bilhões, cuja operação deve se dar em 2030.

Após participar de um encontro de prefeitos, vices e primeiras-damas do MBD, em uma luxuosa pousada em Chapada dos Guimarães, nesta segunda-feira (19), Mendes disse que os ativistas deveriam cuidar dos seus respectivos países antes de querer dar palpite no Brasil. 

“Esses ativistas internacionais deviam cuidar do país deles. Deixa que daqui, nós cuidamos bem. No dia que eles tiverem nos países deles o ativo ambiental que temos no Brasil, eles venham para cá dar palpite. Por enquanto, deviam cuidar para ter 80% de floresta lá no país deles”, disse o governador.

Os ativistas são ligados à Internacional Progressista, entidade criada pelo senador americano Bernie Sanders e pelo ex-ministro das Finanças da Grécia Yanis Varoufakis, e reúne políticos, ativistas e celebridades de diferentes países. Eles deverão desembarcar no Brasil no dia 15 de agosto.
 
Sitevip Internet
Fale conosco via WhatsApp